Vamos tratar juntos do saneamento da sua cidade.

Como será a Parceria pelo Futuro Corsan?

A Corsan fará os estudos preliminares e lançará edital, convidando a iniciativa privada para a parceria.

A iniciativa privada fará a maior parte do investimento, sem necessidade de usar dinheiro dos impostos.

Em contrapartida, receberá a remuneração prevista em contrato por 35 anos.

O valor da tarifa de esgoto é determinado pela agência reguladora e corresponde a 70% do valor da tarifa do consumo de água.

Não haverá custos extras para o cidadão.

Ao longo dos 35 anos, toda manutenção e ampliação da rede de esgoto serão de responsabilidade da iniciativa privada.

Não haverá transferência patrimonial. A infraestrutura atual e a instalada pela iniciativa privada continuarão 100% públicas.

A água coletada será mais limpa, com menor necessidade de tratamento. Isto reduzirá os custos e melhorará a potabilidade da água.

Com água de qualidade e sem contaminação de rios e solo, a saúde de toda a comunidade melhorará.

Os custos da saúde pública serão reduzidos: de acordo com a OMS, cada US$ 1,00 investido em saneamento reduz em US$ 4,30 as despesas com saúde.

Saiba mais

Um dos mais importantes bens da humanidade é a água, base da vida. Tratar bem dela é responsabilidade de todos nós.

Sabemos que o ciclo da água só se completa quando todos têm serviço de esgoto. A água que consumimos precisa retornar limpa ao meio ambiente, preservando nossos mananciais e garantindo a saúde das comunidades e do meio ambiente.

A realidade, no entanto, está bem distante do cenário ideal. Hoje, os rios dos Sinos e Gravataí estão entre os 10 mais poluídos do Brasil. Apenas 14,47% das casas da Região Metropolitana de Porto Alegre são atendidas por rede de esgoto.

Com os esforços da Corsan chegaremos a 40%, mas isso não é suficiente. A empresa sozinha não tem como levar os serviços de esgoto a todas as casas no tempo previsto nos contratos. Considerando a capacidade de contrair novos empréstimos e de execução das obras pela Companhia, levaríamos mais de 50 anos para chegar a este resultado para todos os municípios do Estado.

Para acelerar a universalização do esgoto, a Corsan desenvolveu o Projeto de PPP – Parceria Público-Privada para 9 cidades da região metropolitana de Porto Alegre: Alvorada, Cachoeirinha, Canoas, Eldorado do Sul, Esteio, Gravataí, Guaíba, Sapucaia do Sul e Viamão que, juntas, somam 1,5 milhão de habitantes.

Além de preservar a Corsan 100% pública, terá a parceria da iniciativa privada para complementar os investimentos com 1,85 bilhão de reais, possibilitando chegarmos à universalização dos serviços em até 11 anos, com a operação dos sistemas de esgoto por 35 anos.

A solução traz benefícios diretos para o cidadão, redução das despesas com saúde pública, melhor capacidade de atrair novas empresas e imagem positiva para o município e seus líderes.

O modelo proposto preserva a Corsan 100% pública: a iniciativa privada fará o investimento e terá a concessão dos serviços de esgoto por 35 anos. A rede instalada será de propriedade da Corsan e, passado o prazo da concessão, o serviço voltará a ser prestado pela Companhia, permitindo novos investimentos. Além do mais, a tarifa permanece a mesma.

Grandes desafios são para ser enfrentados juntos. Quando o poder público e a iniciativa privada somam esforços, quem ganha é a sociedade.

Parceria pelo Futuro Corsan. Os recursos são privados. Os bons resultados são públicos.